02/12/2018

Linguagem Infantil

Apraxia de Fala na Infância

A Apraxia de Fala na Infância (AFI) é um assunto recente no Brasil, e torna-se necessário muito estudo por ser um diagnóstico complexo que necessita de tratamento individual adequado. Vamos falar melhor sobre? A apraxia é um distúrbio motor da fala, e tem como característica a dificuldade de programação e planejamento dos movimentos motores da fala, principalmente quando estes estão em sequência, resultando no erro da produção dos sons (Hall, 2007).


Fonoaudiologia e a técnica PROMPT

As manifestações clínicas são diversas, e aparecem desde o início do desenvolvimento. Estas crianças são bebês considerados quietos, que balbuciam pouco, e quando crescem apresentam repertório limitado de vogais e de consoantes


Os erros durante as tentativas de emissão são variados, o que torna a fala de difícil compreensão; A criança pode ficar procurando o ponto articulatório das palavras, por exemplo, ao falar “gato” pode falar “cato”, “lato”, “tato” até emitir a palavra alvo. Além disso, pode ser notado atraso no aparecimento das primeiras palavras e a instabilidade na produção da fala, sendo inconsistente, ou seja, tem dia que está melhor e dia que está pior. Ademais, apresentam também outras dificuldades, como para se alimentar, mastigar, se vestir, para subir escadas, correr, andar de bicicleta, entre outras alterações motoras.

O profissional qualificado para dar este diagnóstico é o Fonoaudiólogo, com experiência nesta área. O encaminhamento e acompanhamento com outros profissionais (Psicólogos, Neuropediatras) também pode ser essencial. Os profissionais devem ser cuidadosos e detalhistas. As Crianças com AFI necessitam de atendimento terapêutico individual, e os resultados podem ser obtidos a longo-prazo. Os pais devem buscar ajuda sempre que notarem algo diferente na fala e na linguagem da criança!

Publicações Relacionadas

Deixe um Comentário