02/12/2018

Linguagem Infantil

Atraso na Fala

O “começar a falar” é um momento muito esperado pelos pais. Estima-se que no primeiro ano de vida, as crianças emitam as primeiras palavras e a partir do segundo ano, as primeiras frases começam a surgir. Quando este desenvolvimento não emerge de maneira esperada gera muita preocupação e ansiedade. O Atraso de linguagem pode ser detectado a partir do segundo ano de vida, a partir do vocabulário da criança e de sua extensão frasal. Porém, diagnosticar e estimular essas crianças com uma intervenção adequada às suas dificuldades, não é simples.


atraso na fala

Assim, crianças que apresentaram problemas ou dificuldades na linguagem oral, poderão apresentar dificuldades acadêmicas, por este motivo torna-se extramamente necessário suporte para que estas dificuldades sejam minimizadas. O distúrbio de linguagem se caracteriza por uma aquisição assíncrona dos subsistemas da linguagem. A criança pode apresentar dificuldades para se expressar, para compreender, alterações na fonologia (trocar as letras na fala), entre outras dificuldades que necessitam de intervenção direta.


A chegada na vida acadêmica pode ampliar o espectro de dificuldades destas crianças, por isso é muito importante que pais e professores atentem-se ao desenvolvimento da linguagem oral e escrita. O diagnóstico diferencial de atraso ou distúrbio de linguagem, é de competência do Fonoaudiólogo especialista em Linguagem Infantil. Pais e professores podem suspeitar que o desenvolvimento da linguagem não está seguindo o ritmo do desenvolvimento típico, porém cabe ao Fonoaudiólogo diagnosticar e propôr um planejamento terapêutico adequado.

 

 

Publicações Relacionadas

Deixe um Comentário